HISTÓRIA

1977 - Ministrado o primeiro Estágio de Sobrevivência na Água (ESA) para tripulantes, após a formação dos primeiros instrutores por "Instructors team" da United States Air Force (USAF);

 

1981 - É introduzida a vertente da sobrevivência em Terra, passando os Cursos a denominar-se de Estágio de Sobrevivência em Terra e na Água (ESTA);

 

1981 - A instrução de Sobrevivência em território hostil iniciou-se em Setembro de 1981 com os primeiros Exercícios de Fuga e Evasão (ExFE) na área da Serra da Malcata, para tripulantes;

 

De 1981 a 1997 a formação dos tripulantes na área de Sobrevivência assentou em:

 

  • ESTA, alterado mais tarde para Curso de Sobrevivência em Terra e na Água (CSTA), ministrando as técnicas básicas de sobrevivência em Terra e na Água, incluindo pára-quedismo, uso de barcos salva-vidas e componentes do kit de sobrevivência em uso na Força Aérea;
  • ExFE, preparando os tripulantes para sobreviverem em ambiente de combate e serem recuperados por um sistema não convencional de recuperação, incluindo a resistência ao cativeiro em campo de prisioneiros.

 

1995 - Com o incremento das Forças Nacionais Destacadas (FND) e NATO Reaction Force (NRF), diversos militares não tripulantes passaram a ser nomeados para frequentarem os CSTA e ExFE;

 

1997 - "Combat Search And Rescue" ( CSAR ) é inserido no ExFE;

 

2001 - Junção de Curso de Sobrevivência em Terra (CST) e Exercício de Fuga e Evasão (ExFE), passando a denominar-se Curso de Sobrevivência, Combate e Recuperação (CSCR);

 

2002 - Cursos ministrados passam a denominar-se:

  • Curso de Sobrevivência, Combate e Recuperação (CSCR);
  • Curso de Sobrevivência na Água (CSA).

 

2004 - Começa a ser ministrado o primeiro módulo teórico/prático, Adaptação ao Meio Aquático (AMA), da Qualificação em Evacuação de Cabine Submersa;

 

2008 - O CSCR passou a denominar-se Curso de Sobrevivência, Evasão, Resistência e Extracção (CSERE);

 

2010 - Por ordem do General Comandante Aéreo, o CSERE passou de nível C para nível B, tendo deixado de ter formação prática de resistência ao interrogatório. Dois anos mais tarde, por ordem do actual General Comandante Aéreo, passou novamente a ser ministrado o nível C no CSERE.

 

Actualmente a ESERE ministra o Curso de Sobrevivência na Água (CSA) e o Curso de Sobrevivência, Evasão, Resistência e Extracção nível C (CSERE). Ministra ainda, no âmbito das relações bilaterais que Portugal mantém com outros países, o Curso de Sobrevivência em Terra e na Água (CSTA).

 

 


07 de fevereiro de 2014


Voltar

  COPYRIGHT © 2019 FAP - DCSI - WEBTEAM